Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 31, 2016

Análise do The Witness

The Witness oferece uma experiência fantástica, mas destinada para poucosThe Witness tem sido uma grande promessa desde que foi anunciado. Desenvolvido pela lendária mente de Jonathan Blow, o criador de Braid, o game já estava há mais de seis anos no forno e prometia um mundo vasto recheado e de puzzles. A obra coloca o jogador no papel de um homem que está em uma ilha misteriosa. O seu objetivo? A grande atração é justamente descobrir isso, em um jogo que pode ser uma das experiências mais únicas desta década quando os assuntos são desafios e narrativas interpretativas. The Witness foi uma experiência única para mim, com muitos momentos de reflexão, investigação e desafios que colocaram à prova toda a minha capacidade lógica. Depois de muitas horas, tudo o que eu queria eram puzzles ainda mais elaborados e descobrir o mistério deste local enigmático. Contudo, será que o título consegue manter o nível de qualidade por mais de 70 horas? Confira a nossa análise completa. Publicidade Um mund…

ZGB Start: 15 jogos que prometeram muito e fizeram pouco

15 jogos que prometeram muito e fizeram pouco mo toda indústria que lida com produtos vendidos diretamente ao grande público, a dos video games costuma apelar para a publicidade para chamar a atenção. Isso não acontece somente através de propagandas tradicionais, mas também através da liberação de pequenos teasers, imagens e entrevistas que ajudam a criar antecipação por um lançamento. Essa estrutura sustenta tanto jogos que são realmente bons quanto aqueles que, inspecionados mais de perto, revelam falhas que não foram divulgadas por seus produtores. E é justamente essa segunda categoria o alvo desta lista dedicada a falar de algumas das decepções com as quais tivemos que lidar no decorrer dos anos. Vale notar que os games apresentados não são necessariamente ruins — eles simplesmente não conseguiram entregar ao público tudo o que prometiam oferecer. Também note que estamos levando em consideração o estado de cada título em seu dia de lançamento, deixando de lado qualquer patch ou expan…

ZGB Start: Estátua de Shao Kahn tem capacete removível e olhos que brilham / Juntos, PS4 e Xbox One venderam 55 milhões de unidades / Need for Speed Most Wanted está gratuito por tempo limitado / Conheça o VirtuaDolls, o 'controle' para pornografia

Estátua de Shao Kahn tem capacete removível e olhos que brilham A Pop Culture Shock Toys anunciou na última segunda-feira (primeiro) uma nova estátua inspirada em Shao Kahn, um dos grandes vilões da série Mortal Kombat. Com altura de 22 polegadas, a novidade acompanha LEDs internos que podem ser acionados para fazer brilhar os olhos do personagem e um capacete que pode ser removido facilmente. A empresa já anunciou as vendas prévias do produto pelo preço nada convidativo de US$ 500 (R$ 1.994) — um investimento substancial para algo que só deve começar a ser enviado aos compradores no dia 15 de novembro. O que “compensa” um pouco esse valor alto é o desconto de 15% concedido a quem decidir fazer o pagamento a vista, o que resulta em um preço final de US$ 425 (R$ 1.695). Bastante detalhada, a figura mostra o vilão portando o icônico martelo que usa para massacrar seus oponentes. Caso você esteja interessado em adquirir a novidade, é preciso correr: segundo a Pop Culture Shock Toys, somente…