Pular para o conteúdo principal

ZGB Start: 9 games do Acesso Antecipado do Steam que já merecem a sua atenção / Fomos à VR Gamer e acredite: lan house de VR é algo que veio para ficar / Criador revela idade do Mario; mascote é mais jovem do que você imagina / Jogador gastou quase 5 anos para criar reinado incrível em Minecraft / Você também vai poder jogar Ghost Recon: Wildlands na base da furtividade

9 games do Acesso Antecipado do Steam que já merecem a sua atenção

Criado com a intenção de permitir que jogadores acompanhassem de perto o trabalho de desenvolvimento de jogos interessantes, o Acesso Antecipado do Steam é uma bagunça atualmente. Para cada título interessante, há dezenas de clones e projetos que nunca vão ser finalizados tomando espaço e confundindo quem simplesmente quer apostar em uma experiência com bom potencial.
Já que a Valve parece não estar disposta a fazer um bom trabalho de curadoria, nos embrenhamos nesse território misterioso — e um tanto confuso — para encontrar alguns dos jogos que estão por lá e merecem sua atenção. Mesmo que nenhum deles esteja completo (daí sua presença no Acesso Antecipado), a diversão oferecida por eles já compete com muitos lançamentos finalizados disponíveis no mercado.

Divinity: Original Sin II

Assim como aconteceu com o Divinity: Original Sin original, a sequência está usando o Acesso Antecipado como forma de obter respostas de fãs e aprimorar seus sistemas. Atualmente, a Larian Studios oferece a possibilidade de jogar o primeiro ato completo, com direito a missões secundárias e um sistema de combate refinado.
9 games do Acesso Antecipado do Steam que já merecem a sua atenção
No entanto, é preciso estar atento ao fato de que elementos essenciais à experiência completa — como os diálogos entre os membros de sua equipe — ainda não foram implementados. Caso você queira acompanhar o processo de criação do RPG (e garantir uma cópia da versão final desde já), terá que fazer um investimento de R$ 90,99.

ARK: Survival Evolved

Também disponível em sua forma preliminar para Xbox One, Ark: Survival Evolved oferece uma experiência de sobrevivência e exploração em um mundo no qual grandes descobertas tecnológicas convivem com dinossauros. Com lançamento inicialmente planejado para junho deste ano, o game continua recebendo uma série de melhorias e correções propostas por uma comunidade ativa.
9 games do Acesso Antecipado do Steam que já merecem a sua atenção
Vale ficar atento ao fato de que, estranhamente, Survival Evolved já recebeu uma expansão paga (Scorched Earth) antes mesmo de ter sido completado. No entanto, ela não é necessária para você poder aproveitar a experiência-básica que poderia passar muito bem por uma experiência completa, não fosse a falta de otimização de sua engine (ao custo de R$ 55,90).

Parkitect

Caso você seja como eu e tenha passado a infância se divertindo com games como Rollercoaster Tycoon e Theme Park, sabe que experiências do tipo são raridade nos dias atuais. Felizmente, existem iniciativas como a de Parkitect, que atualizam a experiências de criar parques de diversão e oferecem ferramentas compatíveis com o padrão atual da indústria.
9 games do Acesso Antecipado do Steam que já merecem a sua atenção
Disponível no Steam por R$ 33,99, o título permite investir em um parque temático totalmente customizado, com direito a construir uma montanha-russa de maneira quase livre — só tome cuidado para isso não destruir todo o seu orçamento. Com uma pontuação geral muito positiva no Steam, o título agrada tanto pela nostalgia quanto pelas qualidades próprias incorporadas por seus desenvolvedores.

Subnautica

Enquanto a maioria dos jogos de sobrevivência do mercado se foca no confronto contra zumbis, Subnatica explora um território muito mais interessante: o fundo do oceano. Depois de cair em um planeta alienígena, o protagonista deve construir uma base e explorar o ambiente a seu redor em busca de recursos que o permitam continuar vivo.
9 games do Acesso Antecipado do Steam que já merecem a sua atenção
A principal diferença de subnáutica em relação a outros games de estilo semelhante é seu cenário. Os oceanos não somente permitem explorar novos tipos de criatura, como oferecem um clima de tensão mais palpável — afinal, você nunca sabe de que direção um inimigo pode surgir. Para participar dessa experiência ainda em desenvolvimento, o passe de entrada custa R$ 36,99.

Secrets of Grindea

Inspirado pelos primeiros capítulos da série Secret of Mana, Secrets of Grindea é um RPG clássico em 2D no qual você tem a liberdade de montar um personagem da maneira que preferir. Não há qualquer restrição de classe, o que significa que você pode investir livremente em qualquer tipo de mistura de combate físico e ataques por magias.
9 games do Acesso Antecipado do Steam que já merecem a sua atenção
Um dos raros jogos do Acesso Antecipado que conta com uma demonstração gratuita, Grindea também oferece um sistema multiplayer online ou local para até quatro jogadores. Para completar, os R$ 27,99 investidos também garantem acesso ao Arcade Mode para aqueles momentos em que você só quer saber da ação e deixar a história de lado.

Rivals of Aether

Rivals of Aether é um game de luta em duas dimensões que em muitos momentos lembra a jogabilidade de Super Smash Bros. No lugar dos personagens da Nintendo entra uma série de criaturas antropomórficas que representam diferentes elementos como fogo, água e ar.
9 games do Acesso Antecipado do Steam que já merecem a sua atenção
Além de apresentar um modo história com detalhes sobre cada um de seus lutadores, o título tem batalhas 1v1 e 2v2 (locais ou online) e o Abyss Mode, que desafia você a sobreviver contra várias ondas de inimigos. A versão básica do título custa R$ 27,99, sendo que é preciso investir mais R$ 12,87 para obter alguns personagens extras.

Project Zomboid

Adotando um visual um tanto simples e uma visão isométrica, Project Zomboid quer ser uma experiência de zumbis diferente da normal. Além de ter que lidar com hordas de criaturas, o jogador também tem que gerenciar aspectos bastante humanos de seu personagem, como o pânico que surge após ser mordido ou o tédio de ficar muito tempo dentro de uma construção que, embora ofereça proteção, não possui muitas atividades de entretenimento.
9 games do Acesso Antecipado do Steam que já merecem a sua atenção
Vale notar que, entre os jogos listados neste artigo, Zomboid é o que está há mais tempo em processo de desenvolvimento. Embora os desenvolvedores continuem fazendo progresso, tudo indica que uma versão finalizada do título ainda deve demorar a surgir — então esteja bastante ciente disso antes de investir R$ 24,99 para poder jogar.

Battlerite

Um dos games mais recentes do Acesso Antecipado, Battlerite é um game competitivo em que equipes formadas por duplas se digladiam em uma série de batalhas. Misturando características de jogos de tiro e de luta, o game oferece uma seleção de personagens com poderes variados para você experimentar.
9 games do Acesso Antecipado do Steam que já merecem a sua atenção
Desenvolvido pela Stunlock Studios, o jogo já possui servidores localizados no Brasil, o que significa a possibilidade de jogar com um ping reduzido. Com partidas rápidas e sistemas de MOBA simplificados, o título já está disponível para compra pelo preço sugerido de R$ 36,99.

The Long Dark

The Long Dark não deve ser confundido com outros jogos de sobrevivência que povoam o Acesso Antecipado do Steam. Conforme os desenvolvedores deixam claro em sua descrição, aqui não há zumbis: depois de um desastre que matou boa parte da vida humana, resta  você explorar cenários contemplativos enquanto encontra meios de continuar vivo e enfrenta perigos gerados pela própria natureza.
9 games do Acesso Antecipado do Steam que já merecem a sua atenção
Em sua fase atual, que custa R$ 36,99, o título oferece somente seu modo sandbox que vem se transformando com a adição constante de novos ambientes e itens. A promessa é que o lançamento final venha acompanhado pela introdução de um modo história que deve ser dividido em diversos episódios.

Fomos à VR Gamer e acredite: lan house de VR é algo que veio para ficar

Fomos à VR Gamer e acredite: lan house de VR é algo que veio para ficar
Lembra-se da VR Gamer, a primeira lan house de realidade virtual do Brasil? A proposta parecia muito promissora, pois traz o conceito de experimentar algo novo e inacessível ao consumidor por preços razoáveis. Para ver de perto se na prática ela é tão boa quanto parece, nós fomos até lá a convite de Leandro Sarubbi, um dos sócios e criador do empreendimento.
Portanto: será que vale a pena passar por lá e gastar uma graninha para testar a tecnologia de realidade virtual na prática? Pequeno spoiler: sim, vale muito a pena. Desconsiderando que acabamos de revelar o final da história, é legal deixar evidente o quão divertido foi a experiência na VR Gamer. Agora vamos ao que interessa e detalhar mais sobre esse lugar bem divertido.
 Fomos à VR Gamer e acredite: lan house de VR é algo que veio para ficarA experiência VR é muito bacana

De volta aos conceitos de lan house: algo que dá certo

Você frequentou lan houses no início dos anos 2000? Se sim, você se lembra o porquê de ir até esses locais com tanta frequência? Se você se recordar, há alguns motivos que fizeram esse tipo de comércio crescer tanto e tão rápido (e também decair). No começo da década passada, a cultura gamer era muito pouco madura e florescida no Brasil: poucas pessoas tinham computadores ideais para jogar os títulos da época – e quem tinha, faltava amigos para jogar junto.
Será que as lan houses de realidade virtual serão uma tendência? Esperamos que sim
Portanto, se reunir em um local cheio de pessoas que queriam jogar online para testar algo que era novidade para a maioria era muito divertido. Vamos pular 15 anos no futuro: a realidade virtual já circula há um tempo com kits de desenvolvimento e agora os produtos finais foram lançados. Porém, com preços extremamente proibitivos no Brasil e com uma dificuldade enorme de conseguir um, como alguém pode testar esse aparelho revolucionário?
Leandro Sarubbi, o criador da casa VR Gamer, percebeu isso ao trazer um HTC Vive dos Estados Unidos: todos os seus amigos queriam ir até a casa dele para jogar um pouco e ver como funcionava. Nesse momento, surgiu a ideia de criar uma espécie de lan house de realidade virtual.
 Fomos à VR Gamer e acredite: lan house de VR é algo que veio para ficarPoderia a VR Gamer reviver as lan houses com a realidade virtual?

A experiência: muita diversão

Durante o tempo que passamos na VR Gamer, eu me diverti muito. Há cinco salas montadas especialmente para o HTC Vive, o aparelho escolhido. Caso você não saiba (você pode conferir mais sobre ele em nossas impressões neste link), trata-se do único dispositivo de realidade virtual que mescla controles de movimento com sensores de movimento. Resumindo: Wii + Kinect.
Portanto, é necessária uma sala grande (a própria HTC menciona isso nas especificações) para brincar com os óculos, algo que é suprido na lan house. Todos os cômodos ainda são revestidos com tapetes emborrachados, ideal para evitar qualquer tipo de acidente, como escorregões durante os sustos em games de terror. Os cabos do aparelho são muito bem distribuídos e vem do teto, tudo para não enroscar o jogador durante a brincadeira.
 Fomos à VR Gamer e acredite: lan house de VR é algo que veio para ficarO HTC Vive é o aparelho escolhido pela VR Gamer
Há mais de 60 jogos para experimentar no período que você permanecer no local. Todos são muito divertidos e demonstram o quanto o VR pode trazer de variedade ao universo gamer. Por contar com conexão online, você pode jogar com os seus amigos que estiverem em outras salas ou até mesmo com outros jogadores. Como dica pessoal, recomendo Job Simulator, The Brookhaven Experiment e Hover Junkers.
Há muito o que fazer por lá, com muitos jogos e máquinas potentes
A experiência é bem satisfatória: os computadores são equipados com GTX 1070 (ou seja, nada de travamentos e perder tempo com problemas técnicos), os óculos HTC Vive estão em excelente qualidade – sem botões quebrados ou qualquer coisa assim – e, ao final de cada sessão, os equipamentos são higienizados com produtos antibactericidas e as espumas são trocadas para evitar qualquer problema de saúde.

Muito legal, mas e o preço?

Conforme já noticiamos aqui, o preço da VR Gamer começa com valores bem pequenos: R$ 15 para sessões de 30 minutos ou R$ 30 para jogatinas de 60 minutos de segunda à sexta entre 13h e 18h (um valor com desconto em períodos mais vazios). Fora dessa promoção, o preço padrão é R$ 60 por hora, independentemente se for de final de semana ou segunda às 20h. O valor é fixo.
Se compararmos com outros locais, como casa de fliperamas, trata-se de um preço justo
Caso você vá com um grupo de amigos e some quatro pessoas no total, há um desconto camarada: 25%. Em outras palavras, cada um paga R$ 45 por hora de permanência. Contudo, se optar por ir em galera e quiser jogar online, é melhor ligar no local e agendar, pois existe a possibilidade de a casa estar cheia.
Considerando que pagamos algo parecido (ou até mais) em qualquer local que ofereça uma jogatina diferenciada, como casa de diversões que contém fliperamas e arcades mais avançados, brincar com o VR sai por um preço justo ao bolso (ou até barato, dependendo do dia, horário e perspectiva que se analisa). Além do mais, trata-se da única lan house de VR do Brasil, e considerando que não há concorrentes, o valor da sessão poderia ser bem maior.
 Fomos à VR Gamer e acredite: lan house de VR é algo que veio para ficarHá um estúdio de Chroma Key para quem quiser fazer gravações
Se você ficou interessado pela ideia, você pode ter mais detalhes no site oficial. A VR gamer oferece uma sala com Chroma Key para gravações e, caso você queira fazer festas de aniversários ou eventos, há um espaço para isso também.
IMAGEN(S)

Criador revela idade do Mario; mascote é mais jovem do que você imagina

Criador revela idade do Mario; mascote é mais jovem do que você imagina
Ao dizer “Mario” em qualquer lugar do mundo, é praticamente impossível haver alguém que não conheça a referência. Quase tão famoso quanto o Pelé, o mascote da Nintendo, que existe desde a década de 1980, é mais jovem do que muitos imaginam. De acordo com Shigeru Miyamoto, criador do personagem, o bigodudo está apenas nos seus “20 e poucos” anos.
Mais precisamente, de acordo com o artista, “24 ou 25”. E essa informação é velha: ela teria sido dada numa entrevista de 2005 que só veio à tona agora, 11 anos depois. Segundo Miyamoto, apesar de Mario ter sua aparência alterada várias vezes ao longo de todos esses anos desde sua existência, a idade “fixa” do encanador, tal como ele foi concebido, não passa dos 25 anos.
“Acho que foi algo fortuito não impor restrições no Mario como um personagem. Normalmente, quando você cria um personagem e o apresenta ao mundo, todos os detalhes são considerados: qual é a cor favorita dele? Que tipo de comida ele gosta de comer? Fora o fato de que ele tem uns 24 ou 25 anos, não definimos mais nada. Determinar a idade do Mario foi importante para que ele pudesse ser utilizado em jogos posteriores e evitar a necessidade de ter um background num momento futuro. Ao fazer um jogo, temos o cuidado de não adicionar incongruência ao mundo daquele jogo. Com isso em mente, eu gostaria de continuar utilizando o Mario [tal como ele é] em futuros jogos”, revelou o gênio.
Aposto que muitos não imaginavam essa faixa de idade, hein? O encanador aparenta (ou aparentava) algo entre seus 30 e 40 anos de idade. Mas taí: Mario é um moleque desde que apareceu no mundo pela primeira vez, em 1981! O que você achou da curiosidade? Relate na seção destinada aos comentários, logo adiante.
FONTE(S)

Jogador gastou quase 5 anos para criar reinado incrível em Minecraft


O fenômeno Minecraft está longe de abandonar esse status. Milhões de jogadores do mundo todo continuam explorando seu potencial de criatividade com obras que são colírio aos olhos. O reinado que você confere no vídeo acima é apenas mais um exemplo de como cada um consegue aproveitar o jogo de montar bloquinhos da melhor forma possível.
Conheçam o reinado de Galekin, possivelmente uma das criações mais impressionantes de Minecraft. O trabalho foi feito exclusivamente por um cara, sozinho, o jogador Linard, que adornou o local com assentamentos, casinhas, um imponente castelo, cidades, jardins e milhões de outras construções. A obra levou quase 5 anos para ser concluída.
Publicidade
O vídeo no topo desta notícia explica melhor do que estas palavras. Confira! E conte o que achou na seção destinada aos comentários, logo adiante.
FONTE(S)

Você também vai poder jogar Ghost Recon: Wildlands na base da furtividade

Embora o material usado pela Ubisoft para divulgar Tom Clancy’s Ghost Recon: Wildlands até o momento tenha se focado em grandes cenas de ação, o game também vai poder ser jogado de maneira mais furtiva. Na última segunda-feira (3), a desenvolvedora publicou um vídeo que mostra como uma equipe coesa pode usar suas habilidades para derrotar inimigos de maneira despercebida.
Como outros materiais de divulgação usados pela companhia, há uma certa artificialidade na maneira “ensaiada” como a companhia apresenta a cena — na vida real, dificilmente tudo sairia de maneira tão certa. Mesmo assim, o vídeo surge como uma boa notícia para quem estava estranhando a transformação da série em um festival de tiroteios.
"é possível libertar forças rebeldes de suas prisões como forma de criar distrações"

Entre os elementos que chamam a atenção está o fato de que é possível libertar forças rebeldes de suas prisões como forma de criar distrações. Além disso, a captura de veículos parece ter um papel importante ao permitir que você passe despercebido ao se infiltrar em bases inimigas.
Com versões confirmadas para PlayStation 4, Xbox One e PC, Ghost Recon: Wildlands tem lançamento programado para março de 2017. Apresentando um imenso mundo aberto, o título abusa da estrutura de multiplayer cooperativo e vai exigir uma conexão constante com a internet para poder ser aproveitado.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ZGB Start: Dia de Tomb Raider e com nova gameplay !

Análise de Cave Coaster

ZGB Start: Cadê o anúncio? Imagem inédita praticamente confirma novidade de Red Dead