ZGB Start: Site garante que a Microsoft vai apresentar novo hardware na E3 / Microsoft revela os jogos de maio do sistema Games with Gold / CD Projekt RED quer seguir o modelo de desenvolvimento da Rockstar / Plataforma de teste de games promete recompensar jogadores com novos jogos

Site garante que a Microsoft vai apresentar novo hardware na E3

Site garante que a Microsoft vai apresentar novo hardware na E3
Faltando poucos meses para o início da E3 deste ano, os planos da Microsoft começam a ficar claros para o público. Fontes internas consultadas pelo site Thurrot dão como certo que ela deve apresentar alguma espécie de hardware inédito durante sua conferência de imprensa, o que reforça os indícios de que um sucessor do Xbox One está a caminho.
Embora não tenha entrado em detalhes, o veículo indica que a companhia deve apresentar uma variação ao controle padrão da plataforma. As mudanças de design devem ser feitas em um nível bastante básico, provavelmente se tratando somente de uma cor alternativa ao modelo preto disponível atualmente no mercado.
A Microsoft também deve explorar de forma mais aprofundada as relações entre o PC e o Xbox One, algo a que ela vem dando bastante atenção nos últimos meses. Tudo aponta que a companhia deve aprimorar a transmissão de conteúdos entre as plataformas e tomar atitudes que unifiquem ainda mais suas bibliotecas.
O Thurrot afirma que a empresa também está reservando uma grande surpresa aos consumidores, cujos detalhes ainda não ficaram muito claros. A intenção dela é mostrar que suas experiências de jogos não somente conseguem estar no mesmo nível daquelas oferecidas pela Sony, como podem superá-las. 

Microsoft revela os jogos de maio do sistema Games with Gold

Microsoft revela os jogos de maio do sistema Games with Gold
A Microsoft divulgou esta semana quais os jogos gratuitos que os assinantes da Xbox LIVE vão ganhar no sistema Games with Gold em maio deste ano. Como sempre acontece, a companhia separou dois títulos para o Xbox One e dois para o Xbox 360, que vão poder ser adicionados à sua biblioteca sem nenhum custo adicional.
A partir do dia primeiro de maio, os jogadores vão poder aproveitar Defense Grid 2 e Costume Quest 2 para o Xbox One e GRID 2 e Peggle para o Xbox 360. Ao contrário da Sony, que disponibiliza todos os games da PS Plus em uma única data, a dona doWindows vai soltar os títulos gratuitos conforme o mês se desenrola.
Microsoft revela os jogos de maio do sistema Games with GoldGames começam a ser distribuídos a partir do dia primeiro de maio
Segundo a Microsoft, o valor acumulado dos games oferecidos durante o período supera os US$ 60 (R$ 211) que normalmente são cobrados por um único lançamento recente. Vale notar que a disponibilidade depende de uma assinatura do sistema Live GOLD, que também garante direito a participar da jogatina online oferecida pelos consoles da fabricante.

CD Projekt RED quer seguir o modelo de desenvolvimento da Rockstar

CD Projekt RED quer seguir o modelo de desenvolvimento da Rockstar
Lançado em 2015, The Witcher 3: Wild Hunt é o maior sucesso obtido pelo estúdio CD Projekt RED em toda a sua história. Com mais de 250 indicações para o “jogo do ano”, o projeto catapultou a empresa ao hall das “empresas triplo A” que mais geram expectativas em relação a seus novos projetos.
No entanto, a companhia não quer deixar que a fama “suba à cabeça” e se recusa a adotar um sistema de produção anualizado. Segundo o CEO Marcin Iwisnki, muito do sucesso obtido pela empresa é fruto de uma política de trabalho focada em oferecer conteúdos de qualidade e respeito aos jogadores.
Tem que ser sobre trazer valor ao jogador
“Somos paranoicos sobre não desapontar pessoas. Mesmo com um comunicado de imprensa, costumamos pensar muito sobre isso. O que eu devo dizer? Como devemos dizer? É algo justo? Temos um teste interno que usamos para os casos mais difíceis: a opção ‘explique isso para uma multidão de testadores’. Digamos que precisamos fazer uma decisão sobre esse ou aquele pedaço de conteúdo no pacote, e então explicar porque fizemos aquilo. Se nos convencermos disso porque nos leva a uma melhor margem de lucros, provavelmente não é a escolha certa. Tem que ser sobre trazer valor ao jogador”, afirmou ele à Games Industry International.

Conservando valores

Atualmente, a companhia trabalha com um plano de cinco anos, período em que pretende se estabelecer como um dos três mais respeitados estúdios do mundo. Para Iwinski, a única maneira de conseguir isso é conservar seus valores e sua independência. “De repente todos nos amam e todos querem nos comprar”, afirmou.
CD Projekt RED quer seguir o modelo de desenvolvimento da RockstarEstúdio quer manter a independência no desenvolvimento de novos projetos
“Talvez houvesse momentos em que poderíamos usar esse tipo de investimento. Mas se tivéssemos feito isso, teríamos que sacrificar parte de nossa independência e ter essas discussões ridículas sobre o porquê isso precisa fazer parte do game e aquilo não. Queremos entregar nossa visão em termos de criatividade e desenvolvimento, mas também em termos da maneira como lançamos um jogo; o preço que adotamos, o tipo de valor no conteúdo adicional, quantas linguagens vamos oferecer ao redor do mundo, como falamos diretamente com os jogadores nesses mercados. Isso é parte de nossos valores”.
Uma das características mais marcantes dos projetos da CD Projekt RED é o fato de que eles dão mais atenção a detalhes pequenos do que à produção de um mundo com escala gigantesca. Mesmo com times de criações cada vez maiores, a companhia pretende manter essa qualidade e não se focar em vários projetos de uma só vez.
CD Projekt RED quer seguir o modelo de desenvolvimento da RockstarCyberpunk 2077 é o projeto atual da CD Projekt RED
“The Witcher foi finalizado com 80 pessoas, The Witcher 3 com 250, então com Cyberpunk devemos ter ainda mais. Não pensamos em escala no sentido de fazer 20 projetos: não, vamos nos focar em certas coisas... Não queremos ser um estúdio de 10 projetos. O modelo seguido pela Rockstar parece bom”, afirmou o CEO.
“Se você olhar para nossos modelos, o que a Rockstar faz é impressionante. Não é algo como ‘temos que lançar um jogo ou não vamos atingir nossos resultados financeiros’. É mais para ‘aqui está GTA V, e por falar nisso, é o melhor jogo já feito’. Estamos ansiosos por Red Dead Redemption 2 porque eles vão mostrar algo que vai ser do tipo ‘Oh meu Deus’. Mas ainda temos que chegar lá e provar que somos capazes. The Witcher 3 é um bom exemplo, mas temos que continuar entregando resultados”, finaliza.

Plataforma de teste de games promete recompensar jogadores com novos jogos

Gosta de jogar video games? Pois saiba que já está disponível no Brasil um projeto inédito de game testing coletivo, o Gamer Trials. Os interessados se inscrevem gratuitamente em um programa de teste de jogos e experimentam games brasileiros que ainda estão em desenvolvimento. Em troca, os participantes concorrem a games e descontos que variam de 5% a 15% na Nuuvem, plataforma de distribuição de jogos. As inscrições estão abertas e podem ser feitas no site oficial do projeto.
A plataforma já conta com 5 mil testadores que foram aparecendo espontaneamente. Segundo Eduardo Regis, CEO do Gamer Trials, “a ideia é oferecer o produto primeiro aos desenvolvedores brasileiros, para auxiliar a indústria de desenvolvimento de jogos nacionais, mas podemos testar qualquer jogo”, explicou em nota para a imprensa.
“Um desenvolvedor que necessite saber a receptividade do público para seu jogo antes do seu lançamento poderá se utilizar de nosso sistema para fazer validações de mecânicas junto ao seu público específico, o que ajudará nas vendas. Ou um game que necessite de dublagem, por exemplo, para localização, poderá ser testado antes para ver se as vozes escolhidas agradam os jogadores”, finalizou.
Plataforma de teste de games promete recompensar jogadores com novos jogosProposta do Gamer Trials é testar jogos para receber descontos e até outros jogos em troca
Os títulos disponibilizados para teste são enquadrados na forma de “Quests”, estas que duram cerca de duas semanas. À medida que os gamers forem reportando bugs ou fornecerem sugestões, e eles forem aceitos pelos desenvolvedores do game, os testadores juntam pontos. Aí, no final da Quest, os testers mais dedicados serão premiados com jogos completos para PC, mobile e outras plataformas.
Todo usuário que submeter pelo menos um bug ou uma sugestão aproveitada já ganhará um desconto de 5% em qualquer título do catálogo da Nuuvem, podendo chegar a 15% e são cumulativos.
A mais recente Quest ou Missão já começou, com o game In Extremis. Criado pelo designer Leonardo Ferreira, o game é um frenético shoot-em-up que tenta reimaginar o gênero dos jogos naves com experimentação visual, sonora e narrativa.
O jogo tenta fugir do padrão, com fases e inimigos lineares, e coloca o jogador em uma viagem psicodélica cheia de referências e com muita ação estilo arcade. Os melhores testadores dessa missão poderão receber os games completos Geometry Wars 3: Dimensions, Battleborn e System Shock 2.
Já foram definidas também as próximas missões. São dois títulos da Double Dash Studios: o primeiro é Project Neon, um jogo de plataforma e puzzle, com level design inteligente e desafios mentais que exigem coordenação e reflexos. Sua premissa é simples, porém intrigante: o jogador controla um ser feito de energia que precisa restaurar o equilíbrio energético de cada fase usando suas flechas de luz.
Já o segundo é Racketboy, um game de ação clássica estilo arcade, que mistura os gêneros shoot-em-up com block breaker, em cenários surreais feitos em pixel-art. Munido de apenas uma raquete de tênis, o jogador terá de rebater projéteis inimigos pela tela para superarem diversos obstáculos.

Como funciona?

A função dos testadores é colaborar para a melhoria dos jogos, fornecendo feedback direto para os desenvolvedores. É preciso manter o olho aberto para encontrar bugs na interface, bugs de segurança, erros de digitação, glitches, qualquer travamento ou problema que impeça o funcionamento correto. Isso além de, é claro, sugerir melhorias. E atenção: serão necessárias provas físicas dos bugs encontrados, como capturas de tela, vídeos gravados ou informações dos registros do sistema.
Plataforma de teste de games promete recompensar jogadores com novos jogosPlataforma já conta com mais de 5 mil jogadores testando games
Para submeter um bug, basta acessar a conta pessoal no site oficial, clicar em Quests na parte superior da tela, escolher o título e clicar em “Reporte um Bug” na parte inferior. O jogador verá um formulário que precisará ser preenchido da forma mais completa e sucinta possível. Todas as recompensas recebidas ficarão listadas na página pessoal na conta de cada testador; é só pegar os códigos dos descontos ou dos jogos lá mesmo e se divertir depois.
Os desenvolvedores que tiverem interesse em inscrever seus projetos no Gamer Trials precisarão apenas visitar o site, clicar em “Para Companhias” na parte superior e se cadastrar gratuitamente. Não é mais preciso recorrer a grupos fechados ou fóruns, pois os desenvolvedores terão todos os relatórios e feedbacks integrados no mesmo lugar, disponíveis no fim da Quest.
Será possível também a análise dos dados de quem testou, perfil do público, sexo, idade, país, região, estado, e diversas outras leituras feitas no sistema, além de conversar direto com o target dos títulos.
Via TecMundo
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ZGB Start: Dia de Tomb Raider e com nova gameplay !

Análise de Cave Coaster

ZGB Start: Cadê o anúncio? Imagem inédita praticamente confirma novidade de Red Dead