ZGB Start: Executivo da EA confirma que Titanfall 2 e Battlefield 5 chegam em 2016 / AMD tem PC pronto para Realidade Virtual e DX12 — e 7 X mais forte que PS4 / Microsoft intensifica união das bibliotecas do PC e do Xbox One

Executivo da EA confirma que Titanfall 2 e Battlefield 5 chegam em 2016

Executivo da EA confirma que Titanfall 2 e Battlefield 5 chegam em 2016
Durante uma apresentação para os investidores, um dos manda-chuvas da EA pode ter deixado escapulir mais do que devia, indicando a data provável de lançamento de dois games bastante aguardados pelo público. O responsável pelo vazamento foi Blake Jorgensen, o CFO da Electronic Arts, que, além de falar sobre o adiamento de Mass Effect: Andromeda para 2017, deixou claro que Titanfall 2 e Battlefield 5 estarão disponíveis antes do próximo Natal.
Pois é, quem esperava curtir o novo capítulo da saga Mass Effect nas férias de fim de ano vai precisar ter um pouco mais de paciência. Em compensação, os aficionados pelas duas outras séries podem ter ganhando um presente adiantado do Bom Velhinho. “Temos um grande ano pela frente. Temos nosso FPS Battlefield chegando no terceiro trimestre e também um título terceirizado, produzido pela Respawn, nossa parceira, chamado Titanfall. É o segundo episódio que eles trazem para essa marca”, comentou Jorgensen em seu discurso na conferência.
Apesar da quase confirmação desses títulos para o final de 2016, não se trata de uma surpresa tão grande no caso do novo Titanfall, que teve seu possível lançamento insinuado por meio de um release da McFarlane Toys há cerca de um mês e meio. Vale lembrar que, em sua segunda encarnação, o FPS futurista vai deixar de ser exclusivo das plataformas da Microsoft para receber uma edição para o PlayStation 4.
Em relação a Battlefield 5, os rumores mais recentes dizem que a badalada IP pode ter exclusividade temporária com o Xbox One – assim como aconteceu com Rise of the Tomb Raider – e, para surpresa de todos, se passar no período da Primeira Guerra Mundial. Bem, se o que o CIO da EA disse se concretizar, a resposta para todos esses boatos será revelada muito em breve e, de quebra, teremos games de peso do segmento de tiro em primeira pessoa para fechar o ano com chave de ouro. E aí, empolgado com os lançamentos?
IMAGEN(S)

AMD tem PC pronto para Realidade Virtual e DX12 — e 7 X mais forte que PS4

AMD tem PC pronto para Realidade Virtual e DX12 — e 7 X mais forte que PS4
Os dispositivos de realidade virtual chegarão aos consumidores nos próximos meses (o HTC Vive deve estar disponível já no começo de abril), o que fez a AMD acelerar o passo para garantir que os consumidores terão a melhor solução possível em suas mãos.
Assim, na semana passada, Roy Taylor, estrategista de conteúdo da empresa, lançou algumas imagens de um computador surpreendentemente pequeno, que supostamente será o PC perfeito para rodar jogos e aplicações de realidade virtual.
A máquina em questão foi batizada com o apelido Tiki, sendo um projeto de responsabilidade da empresa Falcon Northwest. O tamanho diminuto já impressiona, já que temos aqui um computador com tamanho de console, mas o mais impressionante é o hardware do produto.
AMD tem PC pronto para Realidade Virtual e DX12 — e 7 X mais forte que PS4
A AMD não liberou todas as especificações da máquina, porém informou que temos aqui um computador equipado com placa gráfica capaz de alcançar performance computacional de até 12 TFLOPS. O que isso quer dizer? Basicamente, este monstrinho conta com a AMD Fury X2, porém em uma versão com poder limitado para garantir a boa refrigeração dos componentes.
AMD tem PC pronto para Realidade Virtual e DX12 — e 7 X mais forte que PS4
AMD tem PC pronto para Realidade Virtual e DX12 — e 7 X mais forte que PS4
O aparelho que vem com esquema de iluminação na cor vermelha, chassi de mesmo tom e o logotipo da Radeon será lançado em breve, contudo não foram liberados detalhes quanto ao preço e mercados em que será disponibilizado comercialmente.
IMAGEN(S)

Microsoft intensifica união das bibliotecas do PC e do Xbox One

Microsoft intensifica união das bibliotecas do PC e do Xbox One

Os últimos meses foram intensos tanto para os donos do Xbox One quanto aqueles que têm no PC como plataforma preferencial. Tudo isso graças aos anúncios feitos de forma constante pela Microsoft que revelaram que games como Quantum BreakForza Motorsport 6 e Gears of War Ultimate Edition não seriam mais exclusivos à sua plataforma de mesa, o que deixou muitos consumidores descontentes.
Determinada a fortalecer a marca Xbox desde o anúncio um tanto atribulado do One, a companhia está disposta a apostar nas experiências de software como seu futuro. Na prática, isso significa que se você comprar um game feito pela empresa ou por um de seus parceiros mais próximos, vai poder jogá-lo em qualquer dispositivo compatível com uma única compra.
Títulos como Halo continuam sendo verdadeiros blockbusters, e sua transição para os computadores podem ajudar a Microsoft a estabelecer o domínio do Windows 10 — sistema que serve como base para sua estratégia baseada essencialmente em softwares. No entanto, o que pode ser visto como uma vitória para a companhia pode não ser encarado de forma muito positiva por quem comprou seu console de mesa baseado em promessas de exclusividade.
“Para que o Windows seja bem sucedido, os jogos têm que ser vibrantes, saudáveis e inovadores”, afirmou Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, durante o Xbox One Spring Showcase. Isso não significa que a Microsoft está trocando as vendas do Xbox One por vendas no PC, mas sim apostando que os desenvolvedores interessados vão apostar na Plataforma Universal do Windows, que faz a conexão entre esses diferentes mundos — algo que pode ajudar a garantir a sobrevivência a longo prazo.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ZGB Start: Dia de Tomb Raider e com nova gameplay !

Análise de Cave Coaster

ZGB Start: Cadê o anúncio? Imagem inédita praticamente confirma novidade de Red Dead