Pular para o conteúdo principal

ZGB Start: Sony reafirma esforços no Brasil / Após problemas, Warner suspende vendas de Batman / Produzido no Brasil, novo game de Dragon Ball Z

Sony reafirma esforços no Brasil e não fala em aumento de preço de jogos

Sony reafirma esforços no Brasil e não fala em aumento de preço de jogos

A montanha-russa da economia nunca cessa. Nos últimos anos, vários países do Primeiro Mundo enfrentaram crises econômicas de proporções colossais, muitas delas respingando em outros locais. O Brasil demorou a sentir os efeitos disso, mas o momento chegou, e estamos numa recessão das brabas. Ainda que os video games andem na contramão desse cenário, eles estão, pouco a pouco e de forma sutil, assumindo alguns sintomas.
Com o dólar na casa dos R$ 3,10 – R$ 3,40, o aumento do preço de jogos parece inevitável, infelizmente. The Witcher 3: Wild Hunt, por exemplo, chegou a R$ 229, um salto de R$ 30 com relação ao valor originalmente anunciado, que era de R$ 199. Os jogos da Warner Bros., por sua vez, estão com preço sugerido de R$ 250. E os títulos first-party, como ficam?
Sem exatamente afirmar se haverá ou não uma oneração no valor de seus jogos, a Sony deu seu posicionamento e permanece comprometida com o país: “jogos com preços mais acessíveis sempre que possível”. O preço pedido pela coletânea Uncharted: The Nathan Drake Collection levantou essa dúvida, uma vez que é de R$ 199. O Baixaki Jogos consultou a assessoria da marca PlayStation no Brasil para conhecer o posicionamento da empresa por aqui, tendo em vista esse cenário turbulento em nossa economia.
“A SCE sempre está trabalhando para trazer aos consumidores uma gama enorme de conteúdo e bons preços. Nos últimos dois anos, reduzimos os preços dos lançamentos de PS3 de R$ 199 para R$ 149 e trouxemos a linha favoritos para o console, com jogos por R$ 79. No PS4, nosso esforço permanece. Temos o Uncharted: The Nathan Drake Collection em pré-venda por R$ 199 e recentemente anunciamos God of War III remasterizado para PS4 por R$ 149. Enquanto isso, temos outros títulos por R$ 179, como o recente Bloodborne, disponíveis nos principais varejistas. Nosso compromisso permanece: vamos continuar oferecendo aos nossos consumidores os melhores jogos com preços mais acessíveis sempre que possível”, diz o comunicado enviado ao Baixaki Jogos pela assessoria.

Boa notícia, então?

A interpretação que dá para fazer disso é, até aqui, positiva. God of War 3 Remastered, por exemplo, custará US$ 40. Aqui, o valor será de R$ 150, preço que, considerando todos os encargos e o dólar alto, é razoavelmente aceitável. Numa conversão livre para a nossa moeda em R$ 3,20, teríamos R$ 128, isso sem contar encargos, taxas de IOF etc.
Mas esse foi só um exemplo. O caso de Uncharted: The Nathan Drake Collection é que gera dúvidas. O game, lá fora, custa os mesmos US$ 60 de qualquer lançamento, valor que, em teoria, viria por R$ 179 aqui. Mas o preço sugerido é de R$ 199 por enquanto. Se isso pressupõe que os futuros títulos first-party da Sony chegarão por esse preço, só o tempo dirá. Por enquanto, o posicionamento da empresa é o supracitado.

Mas tem jogo que sai depois e custa menos...

Exatamente. E é isso que gera confusão. Uncharted 4: A Thief's End, por exemplo, aparece em pré-venda por R$ 179, e o game só sairá em 2016. Until Dawn é outro: na PSN brasileira, o título é listado também por R$ 179. O novoRatchet & Clank, por sua vez, está em pré-venda por R$ 119.
O que vocês acham? Deixem o palpite na seção destinada aos comentários abaixo.

Após problemas, Warner suspende vendas de Batman: Arkham Knight no Steam

Após problemas, Warner suspende vendas de Batman: Arkham Knight no Steam

Quem é fã do Homem-Morcego e tentou se divertir em Batman: Arkham Knight para PC possivelmente se irritou um pouco com essa versão do game. A começar com um lançamento desastroso, o título mais recente do herói de Gotham também levou alguns à loucura por conta de problemas no desempenho, questões que fizeram a Warner suspender as vendas no Steam. 
Em mensagem publicada no Steam, a Warner Bros. pediu desculpas pelo ocorrido e disse que vai trabalhar para corrigir os erros encontrados no game. Quando isso acontecer, ele voltará a aparecer na lista de títulos comercializados no sistema de distribuição digital. 
Confira o comunicado na íntegra a seguir: 
Queridos donos de Batman: Arkham Knight para PC: 
Gostaríamos de pedir desculpas àqueles que estão com problemas para rodar Batman: Arkham Knight no PC. Acreditamos que isso é algo sério, e por conta disso decidimos suspender vendas futuras dessa versão enquanto trabalhamos em algo para corrigir essas falhas e dar acesso ao jogo que vocês esperavam. Damos valor aos consumidores e sabemos que enquanto houver uma quantidade significante de jogadores que estão curtindo o game no PC, faremos o que for possível para que essa experiência seja a melhor. 
Obrigado a todos aqueles que já nos deram um retorno. Continuamos observando todas as mensagens publicadas na comunidade oficial de Batman: Arkham Knight e nos fóruns do Steam, bem como qualquer mensagem enviada à nossa central de suporte. Se você comprou uma cópia do jogo e não está satisfeito com a sua experiência, pedimos para que tenha paciência até resolvermos essas falhas. Se quiser, você também pode pedir um reembolso. 
Os fãs de Batman: Arkham ofereceram suporte à franquia até que ela chegasse no atual nível de sucesso, e gostaríamos de agradecê-los pela paciência enquanto trabalhamos para entregar uma versão atualizada de Batman: Arkham Knigt para que você possa aproveitar o capítulo final da série Batman: Arkham como deve ser. 
Batman: Arkham Knight só vai aparecer novamente no Steam quando os problemas forem resolvidos

Correndo atrás 

Além da Warner Bros., outro que se pronunciou sobre o assunto foi Sefton Hill, diretor criativo da Rocksteady. Em mensagens publicadas no Twitter (e que você confere abaixo), ele menciona que a produtora está pronta para ajudar a Warner Bros. e a Iron Galaxy (que trabalhou na versão para PC) e vai oferecer o auxílio que for necessário para resolver a questão.
I'm aware that some users are reporting performance issues with the PC version. This is something that Rocksteady takes very seriously.1/2
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ZGB Start: Cadê o anúncio? Imagem inédita praticamente confirma novidade de Red Dead

Cadê o anúncio? Imagem inédita praticamente confirma novidade de Red Dead No último domingo, a Rockstar divulgou uma imagem que deixou muita gente imaginando que, em breve, teríamos algum anúncio relacionado à série Red Dead. E, pelo visto, quem apostava nisso pode começar uma contagem regressiva interna, pois uma nova pista surgiu na rede social. Como é possível ver na imagem que está na sequência, temos sete caubóis caminhando em um cenário com um pôr do Sol que seria visível em qualquer cenário de Velho Oeste. Sendo assim, resta aos fãs da série apenas aguardar um anúncio oficial da parte da Rockstar, e esse possivelmente será de um título inédito. Ver imagem no Twitter Rockstar Games

Análise do Mafia 3

Com glamour ameaçado, Mafia 3 se sustenta, mas esquece várias raízes Em primeiro lugar, e para dirimir eventuais dúvidas, preciso ser direto e reto: foi duro analisar Mafia 3. Não por causa do caráter técnico ou de outras ressalvas dissertadas nesta análise, mas sim porque sou ultrafã da franquia, da temática e do gênero, e sabemos que isso pode embaçar o julgamento. Sou fã de carteirinha de Mario Puzo, que assina “O Poderoso Chefão”, John Grisman, Joseph D. Stone (que concebeu o livro responsável por inspirar o filme “Donnie Brasco”) e outros autores do charmoso gênero mafioso, do qual, como bom ascendente italiano e degustador de massas, sou adepto. Eu estava sedento por Mafia 3. Mais do que estou por Final Fantasy XV, mais do que estive por Gears of War 4 e Uncharted 4, muito mais do que estou com os shooters da próxima safra,Titanfall 2Battlefield 1Call of Duty: Infinite Warfare e afins. Mafia 3 era, definitivamente, o jogo que eu mais aguardava este ano. Seis anos após o lançam…

ZGB Start: Rockstar mostra ápice do primor técnico em trailer de Red Dead Redemption 2 / Nintendo Switch: novo console modular pode ser jogado em qualquer lugar

Rockstar mostra ápice do primor técnico em trailer de Red Dead Redemption 2 O primeiro trailer de Red Dead Redemption 2 é real. Dois dias após prometer essa divulgação, a Rockstar publicou um material ainda escasso de informações, mas suficiente para mostrar, a todos nós, que a equipe de desenvolvimento dela faz o que bem quer com as gerações de consoles. O que vemos no vídeo adiante – rodando em tempo real, aparentemente – é um visual que explora os limites do PlayStation 4 e do Xbox One, seja em densidade de vegetação, em tamanho de mundo, em atmosfera spaghetti, em equalização entre luz e sombra, em fumaça, em partículas ou em água. Ou em o que você quiser. Por enquanto, esse primor técnico sobrepõe quaisquer outros elementos relacionados à história ou aos personagens. Ainda não se sabe, por exemplo, se o pistoleiro que monta no cavalo e sai em debandada junto a seis outros parceiros é John Marston em seus tempos áureos como um fora-da-lei. O primeiro Red Dead Redemption foi lançado e…